8 de dezembro de 2016

LOBOS-BALAAMITAS

Pregações infantilizadas, ocas, moribundas, inócuas, sem sal é o que prevalece na maior parte das igrejas evangélicas brasileiras. Quando se fala em pastoreio não vem mais a mente as responsabilidades sacerdotais. Pastoreado deixou de ser sacerdócio, deixou de ser viver na presença de Deus. Pastor passou a ser administrador de negócio secular, passou a ser gerente. Pastoreado virou uma carreira religiosa. Muitos pastores não são modelados pelo molde pastoral do Novo Testamento, mas pelo figurino de um gerente de empresa. O cunho vocacional foi perdido. Hoje, o pastoreio é uma oportunidade para ter sucesso e ficar rico. Daí a pobreza nos púlpitos e a subnutrição das ovelhas.


É grande o número de pastores que se apascentam a si mesmos. Pastores que banalizam o sagrado e secularizam a Bíblia. Conseqüência: o púlpito tornou-se um centro terapêutico cujos temas abordados são: como reduzir seu estresse, como ter sucesso financeiro, como obter realização profissional, como manter bons relacionamentos interpessoais, como influenciar pessoas. A teologia da cruz foi esquecida. Quando Deus chama um homem para ser pastor o chama não para ser estrela, não para ser monarca, mas para ser servo humilde e servir com devoção e sem profissionalismo. Por isso, pastorear é um ministério e não um empreendimento administrativo. Quando o ministério vira empreendimento a igreja vira empresa e o pastor vira lobo-balaamita.


Há muitos lobos-balaamitas em templos 5 estrelas fazendo promessas que o Senhor nunca prometeu. Passam o tempo todo “decretando vitórias” dizendo “palavras proféticas” e “amarrando Satanás”. Gastam tempo falando sobre “7 passos para ter prosperidade” e nada sabem sobre o texto que diz que Jesus não tinha onde reclinar a cabeça. Gastam tempo falando sobre “7 passos para uma adoração verdadeira” e nada sabem sobre o texto que diz “obedecer é melhor que sacrificar”. Nesse contexto, curam superficialmente as feridas do povo com palavreado florido e humorístico, ou seja, conquistam o ouvido e engana o coração do povo com campanhas de 7 dias tipo “Transformando o impossível”.


Os lobos-balaamitas são profetas pelo ganho, amam a recompensa. Pregam para angariar fama e se comprazem em contestar a singeleza do Evangelho. Eles sobem ao monte e de lá relampejam ficções e fantasias “expulsando” demônios da inveja, do ciúme, da lascívia, da bebedice quando na realidade inveja, ciúme, lascívia e bebedice, de acordo com Gálatas 5, são obras da carne e não demônios.


Os pregadores-balaamitas promovem a judaização da igreja através do que eles denominam “atos proféticos”. Segundo os balaamitas, a partir de palavras decretadas e imposição de mãos podemos comandar o mundo espiritual. Assim, os balaamitas ordenam que cidades sejam salvas, que regiões sejam libertadas do império de Satanás, e que um domínio espiritual de Deus se estabeleça. Ora, esquecem-se esses falsários que na Nova Aliança existe o dom de profecia, que segundo o apóstolo Paulo, o que profetiza fala aos homens edificando-os, exortando-os e consolando-os (I Co 14:3). O Senhor Jesus ensinou que uma cidade deve ser ganha através da evangelização (Mc 16:15) e não com “palavras proféticas”, “decretos proféticos”. Jesus enviou os seus discípulos para entrarem nas casas (Lc 1:11) e não para fazerem marchas nas ruas das cidades ou concentrações em praças ou em ginásios dizendo “declarações proféticas”. Vale salientar que essas manifestações são inócuas e assemelham-se às religiões orientais que através de palavras tentam governar forças espirituais.


Chegará o dia em que os lobos-balaamitas, por esfoliar suas ovelhas, darão contas a Deus de sua “lobice” e as ovelhas, por falta-lhes discernimento, darão contas de sua “bobice”. Minha oração é que o Senhor guarde a sua igreja da influência balaamita que enxameia o mundo.


Ir. Marcos Pinheiro

2 de dezembro de 2016

CARTA ABERTA AO PASTOR CABO-ELEITORAL


Pastor cabo-eleitoral sua visão com respeito à missão da igreja está turva. Você pensa que a missão da igreja é dar dimensão moral à vida política. Quando estudamos a vida dos crentes no livro de Atos, constamos que eram pessoas diferentes, porque todo o seu manancial de vida tinha sido renovado pelo poder do Evangelho. Vemos vínculo de amor, imenso poder espiritual, influência espiritual e ousadia. Nada disso foi alcançado mediante o engajamento na política da época. Não há nenhum registro bíblico de que o crente deva se engajar na política para influenciar o governo a mudar seus métodos, estratégias e projetos. O propósito divino é que, mediante vida piedosa a igreja faça emudecer as estratégias e projetos diabólicos.

Quero lembrar-lhe que o Novo Testamento declara que o crente é cidadão do céu, cuja esperança e chamada não dizem respeito a este mundo. O crente está aqui apenas provisoriamente rumo a sua pátria celestial. É peregrino e forasteiro. É um viajor e um residente temporário neste mundo. É embaixador de Cristo. O interesse primordial do crente sempre deve ser o Reino de Deus, e depois, por causa disso, a salvação das almas. E, talvez até tenha de sofrer como Paulo, que se disse “embaixador em cadeias”. Na verdade, pastor-cabo eleitoral, o crente deve dedicar a sua vida a coisas que dizem respeito ao seu Senhor e deixar o mundo ocupar-se das que dizem respeito ao seu mestre – Satanás.

A função primordial de um pastor não é levar suas ovelhas a se entusiasmar com a cristianização da política, mas exorta-las à santificação sem a qual ninguém verá ao Senhor. É patético, para não dizer burlesco, você levar o seu rebanhão a pensar que sua ideia de politicagem no culto é inovadora. Se você não sabe, o culto a Deus tem que ser biblicamente relevante. O culto biblicamente relevante é teocêntrico, tem a glorificação de Cristo como alvo e a Bíblia como tudo. Púlpito é local para se pregar o Evangelho e não para fazer propaganda de candidato. Você tem praticado voto de cabresto no púlpito através do abuso de “autoridade espiritual”. Lamentável! Muito lamentável!

Talvez você pense que se faz necessário a igreja ter representante político para que as leis diabólicas não sejam aprovadas. Com isso, nossos filhos não sejam influenciados pelos professores de seu colégio. Ora, se dermos uma base doutrinária evangélica sólida a nossos filhos eles serão luz e sal em qualquer ambiente degradante. Influenciarão e não serão influenciados. Agora, se receber uma doutrina de meia-boca serão espiritualmente destruídos.

Quero lembrar-lhe que o grande avivamento no País de Gales, em 1904, começou não com os crentes se engajando na política da época, mas com uma reunião de oração liderada por Evans Robert. Como resultado, caravanas de todas as partes do mundo ali chegavam para ver as coisas extraordinárias que Deus estava fazendo. Os grandes estádios de futebol ficaram vazios. Os teatros tiveram de cancelar suas apresentações. Os bares fecharam suas portas. Os prostíbulos deixaram de existir. Os juízes presenteavam-se uns aos outros com luvas brancas, porque não havia crimes para serem julgados. Deus agiu sem os crentes engajarem-se na política.

Um fato extraordinário da história da igreja ocorreu no século XVIII entre os irmãos morávios. Nicolau Zinzendorf, envergonhado com a esterilidade da igreja, quebrantou-se, jejuou e orou por si e pela igreja, até que o avivamento veio em dezembro de 1727, dando um novo rumo ao seu País sem nenhum representante evangélico no parlamento.

A igreja deve avançar na força do Senhor e arrancar as vidas cativas do império das trevas para o Reino da luz sem que seja necessário ter representantes na política desse mundo.

É o que tenho a dizer,

Ir. Marcos Pinheiro

28 de novembro de 2016

Diariamente!

FREQUÊNCIA NA IGREJA:


OS CRISTÃOS PRIMITIVOS FREQUENTAVAM A IGREJA TODO DIA:
Todos os dias, unidos, se reuniam no pátio do Templo. AT 2.46.


JESUS ENSINAVA NO TEMPLO TODO DIA:
Jesus ensinava no pátio do Templo todos os dias . Mas à noite ia para o monte das Oliveiras e ficava ali até de manhã. Lc 21.37..


OS CRISTÃOS PRIMITIVOS FAZIAM CULTO TODO DIA:
E,todos os dias, no pátio do Templo e de casa em casa, eles continuavam a ensinar e a anunciar a boa notícia a respeito de Jesus, o Messias AT 5.42.


ANA NÃO SE AFASTAVA DA CASA DE DEUS:
Havia ali também uma profetisa chamada Ana, que era viúva e muito idosa. Ela era filha de Fanuel, da tribo de Aser. Sete anos depois que ela havia casado, o seu marido morreu. Agora ela estava com oitenta e quatro anos de idade. Nunca saía do pátio do Templo e adorava a Deus dia e noite, jejuando e fazendo orações.LC 2.36-37;


O SALMISTA FICOU ALEGRE QUANDO O CHAMARAM PARA IR A CASA DE DEUS:
Fiquei alegre quando me disseram: “Vamos à casa de Deus, o Senhor.” SL 122.1.


 LÊR A BIBLIA:

PAULO ELOGIOU OS BEREANOS POR ESTUDAR A BIBLIA TODO DIA:
As pessoas dali eram mais bem educadas do que as de Tessalônica e ouviam a mensagem com muito interesse. Todos os dias estudavam as Escrituras Sagradas para saber se o que Paulo dizia era mesmo verdade.AT 17.11;


O SALMISTA AMAVA MEDITAR NA Bíblia TODO DIA:
Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia! SL 119.97;


O SALMISTA DISSE QUE SÃO FELIZES OS QUE MEDITAM NA BÍBLIA TODO DIA:
Felizes são aqueles que não se deixam levar pelos conselhos dos maus, que não seguem o exemplo dos que não querem saber de Deus e que não se juntam com os que zombam de tudo o que é sagrado! Pelo contrário, o prazer deles está na lei do Senhor,e nessa lei eles meditam dia e noite. SL 1.1-2; 


DEUS MANDOU O REI LER A BÍBLIA TODO DIA:
Quando o rei começar a governar, mandará fazer uma cópia da lei de Deus que está no livro guardado pelos sacerdotes levitas. Ele deverá ficar com essa cópia e todos os dias da sua vida lerá a lei, para que aprenda a temer o Senhor, nosso Deus, e para que sempre obedeça fielmente a todas as leis e a todos os mandamentos.DT 17.18-19. 



PAULO MANDA TIMÓTEO LER A BÍBLIA:
Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá. Medita estas coisas, ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos 1TM 4.13,15.


DEUS MANDA JOSUÉ LER A BÍBLIA DIARIAMENTE:
Fale sempre do que está escrito no Livro da Lei. Estude esse livro dia e noite e se esforce para viver de acordo com tudo o que está escrito nele. Se fizer isso, tudo lhe correrá bem, e você terá sucesso Josué 1.8.


SABE COMO LUTERO LEU A BÍBLIA:
INTEIRA VARIAS VEZES, LIVRO POR LIVRO VARIAS VEZES, CAPITULO POR CAPITULO VARIAS VEZES, VERSICULO POR VERSICULO VARIAS VEZES E DEPOIS PROCUROU O SIGNIFICADO DE TODAS AS PALAVRAS DA BIBLIA.


GEORGE MULLER:
LEU A BIBLIA CERCA DE DUZENTAS VEZES E CERCA DE CEM VEZES A LEU DE JOELHOS.



21 de novembro de 2016

Perdendo a qualidade

Os púlpitos de muitas igrejas estão sendo ocupados por pastores que estão magnetizando as multidões com seu charme, carisma pessoal, técnicas de vendas, sermões sobre o amor e do tipo “sinta-se bem consigo mesmo”. Nesse contexto, muitas ovelhas estão absorvendo freneticamente práticas carnais que desonram o nome de Jesus Cristo. Os mascates do Evangelho estão enriquecendo com as esquisitices “evangélicas”, provendo aquilo que aparentemente faz sentido à natureza depravada do homem, mas na realidade não têm base Escriturística. Em 1959 pastor e teólogo fundamentalista A.W.Tozer disse: “A qualidade do cristianismo vem piorando ano após ano”. Hoje, constatamos que as preciosas e velhas doutrinas bíblicas estão sendo ignoradas e coisas aprazíveis estão sendo pregadas para agradar aos mortos espirituais. Os bancos das igrejas estão cheios, mas Icabô está escrito nas portas (I Sm 4:21), a glória de Deus se foi, e os castiçais da igreja foram removidos (Ap 2:5).

A igreja aos poucos tem perdido a relevância, a identidade. Igrejas débeis, anêmicas sem autoridade do céu, que pregam uma salvação fácil e um cristianismo mongolóide, folgazão e de entretenimento. Isso tem contribuído grandemente para a inflação do número de adesões transformando a igreja em um grêmio social. A igreja primitiva foi relevante porque foi fiel à sua chamada. Não serviu de trampolim para eleger políticos e nunca teve a pretensão de formar império econômico. A igreja primitiva nunca colocou nome algum, idéia alguma, conceito algum, bem algum, acima daquele Nome que o Pai entronizou - o Senhor Jesus. Hoje, pastores que ao invés de fazer da igreja uma comunidade fiel a Deus e à Sua Palavra, tentam amansar o Evangelho fazendo da igreja uma comunidade bajuladora do ego, um lugar de catarse, de liberação de emoções. O culto passou a ser um evento sócio-emocional.

11 de novembro de 2016

Reflexão

"O céu pagará qualquer prejuízo que possamos sofrer para ganhá-lo; mas nada pode pagar o prejuízo de perdê-lo"

27 de outubro de 2016

Reflexão

“Uma pequena coisa é uma pequena coisa, mas a fidelidade nas pequenas coisas é uma grande coisa.” (Hudson Taylor) 


25 de outubro de 2016

Ataque de muçulmanos destrói igrejas e mata pelo menos 40 cristãos, na Nigéria

Além dos mortos e feridos neste ataque recente, centenas de pessoas foram expulsas de suas casas e igrejas também foram destruídas.


Ataque de muçulmanos em aldeia. (Foto: 360Nobs)


Pelo menos 40 pessoas foram mortas, após um massacre brutal a uma comunidade cristã na Nigéria.

Homens armados (provavelmente membros de tribos Fulani) invadiram Godogodo no estado de Kaduna, Nigéria - um assentamento predominantemente cristão - no último sábado (15). O incidente ocorreu após assassinatos anteriores na mesma aldeia.
Além dos mortos e feridos neste ataque recente, centenas de pessoas foram expulsas de suas casas e igrejas também foram destruídas.

Moradores da aldeia disseram que o massacre aconteceu pouco depois de alguns jornalistas terem passado por lá para fazer uma matéria sobre um ataque com facões que havia matado oito pessoas no final de setembro, segundo relatórios da agência cristã 'Morning Star News'.
Uma testemunha do ataque, Peter Atangi, viu seus quatro filhos sendo mortos pelos pastores Fulani [grupos de extremistas islâmicos que perseguem cristãos na Nigéria].

"Os pastores vieram à noite, no sábado [15 de outubro]. Eles invadiram nossas casas depois de atacar um posto de controle militar. Eles usavam armas sofisticadas, além de facões, facas e paus. Assim que eles chegaram, começaram a atirar indiscriminadamente e começamos a correr em direções diferentes", disse ele.

"Eles atiraram e mataram meus quatro filhos. Enquanto corríamos para salvar nossas vidas, eles também atearam fogo em nossas casas. Muitos estão desabrigados agora", acrescentou.
O pastor Isaac Balason, da Igreja Batista Nasara, em Godogodo, falou com a agência 'Morning Star News' pelo telefone durante o momento ataque.

"Agora são 20:30 e o ataque está acontecendo", disse ele. "Não temos certeza se vamos sobreviver a isto. Por favor, estejam em oração conosco", pediu.

Solomon Musa, advogado e presidente da União Popular do Sul de Kaduna, disse em uma conferência de imprensa na última segunda-feira (17), que os residentes locais identificaram pelo menos 40 pessoas que morreram.

Ele disse: "A comunidade Godogodo voltou a sofrer um ataque feroz, aterrador, brutal, selvagem e bárbaro por parte dos pastores Fulani sem qualquer motivo aparente, no último sábado, 15 de outubro de 2016", disse ele. "Até agora, os moradores conseguiram identificar pelo menos 40 corpos, além de vários outros cadáveres queimados, o que dificulta o reconhecimento".

De acordo com Solomon quase todas as casas da aldeia foram queimadas.
"A selvageria e barbárie do ataque é inacreditável", disse ele. "No entanto, os governos federal e estadual parecem permanecer tranquilos e evasivos. Fomos abandonados e negligenciados".

Rev Thomas Akut, da Igreja Evangélica 'Winning All Good News', em Godogodo disse que o ataque expulsou todos os 245 membros de sua igreja.

"A maioria das aldeias ao redor de Godogodo foram destruídas e milhares de cristãos foram expulsos de suas casas", disse ele, observando que considera que este ataque é parte de uma guerra islâmica contra os cristãos.

"Esta é uma jihad", disse ele. "É uma guerra santa islâmica contra cristãos na parte sul do estado de Kaduna".

A organização cristã 'World Watch Monitor' relatou que mais de 300 pessoas - a maioria sendo cristãs - foram mortas em ataques de pastores Fulani nos últimos cinco meses e mais de 5.000 pessoas foram expulsas de suas aldeias.

Outro pastor nigeriano, Rev Agostinho Akpen Lev, disse ao site da organização: "Este é outro jihadista, assim como o Boko Haram no nordeste do país. Os terroristas transportam armas sofisticadas, às vezes até usam armas químicas em nossas comunidades. Eles atacam muitas vezes durante a noite, quando as pessoas estão dormindo. Eles atacam pessoas indefesas e vão embora. Eles têm claramente um objetivo: Acabar com a presença do cristianismo e assumir as terras".

Seja um intercessor pela igreja perseguida e pelos povos não evangelizados acesse: www.grupodeintercessao.blogspot.com.br

24 de outubro de 2016

Quais sonhos são mais importantes os passageiros ou eternos? os de Deus ou os nossos?

A bíblia nos diz que nos últimos dias , homens seriam amantes de si mesmo (2 tm 3:2) e mais amigos dos prazeres e deleites do que de Deus (2 tm 3:4), não é isso que muitos cantores supostamente evangélicos cantam e estimulam aos cristãos a serem? não é isso que pregadores supostamente cristãos pregam; a realização dos sonhos e desejos dos homens como se realizar os sonhos e desejos terrenos fossem algo primordial para Deus.

Os textos acima não é um elogio, mas sim uma critica aos amantes de si mesmo e dos prazeres. 


Pense comigo você é salvo, tudo que conseguir aqui, aqui vai ficar e não lhe dará gloria eterna, então o que fazer? Eu lhe respondo: BUSQUE A GLORIA ETERNA ,FAÇA COISAS QUE VÃO TE ACOMPANHAR POR TODA ETERNIDADE, busque realizar os sonhos de Deus!


Sonhos de DEUS? sim isso; sonhos de Deus, sonhos são desejos, vamos ver quais são os de Deus? Vamos lá: Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,

ELE quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade 1 Timóteo 2:3,4, esse é o sonho de Deus "TODOS SEREM SALVOS", e como pode você ser tão egocêntrico(a) em seus sonhos e desprezando os de Deus o teu Senhor e Salvador? olha o que  a bíblia diz: Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.
Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; Colossenses 3:1,2


Será que Deus está tão desesperado em realizar seus sonhos? quando ele investiu tudo e o melhor para realizar o sonho de salvar almas?  Porque se dedicar tanto por algo que é passageiro sendo que temos em nossas mãos o poder de ajudar pessoas a se livrar de um tormento eterno?

Rejei-te essa cultura maligna de amor ao Ego, ao Eu e a si Mesmo, olha o que a bíblia diz: Se alguém vier a mim, e não aborrecer... a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. Lucas 14:26. busque seus sonhos, porém se empenhem mais para buscar os sonhos de Deus que são eternos e infinitamente perfeitos, uma forma de ajudar os sonhos de Deus se realizar e fazendo parde do nosso grupo que faz campanhas de Oração e Jejum pela salvação das nações, mais informações nos mande um e-mail luisantoniojc@hotmail.com, SMS ou  Whatsapp para 77-99909-0402.


L.A

22 de outubro de 2016

“Ministro do louvor do sacolejo”

Na área do louvor a igreja contemporânea está celebrando sua lua-de-mel com o mundanismo. A igreja atual caiu no extremo de considerar que um louvor em que não há êxtase emocional é um louvor morto, que não tem valor. Desse modo, tem-se perdido o foco deixando de lado o aspecto racional e adotando o subjetivo com toque de “mistério”. A cultura do sacolejo penetrou em muitas igrejas evangélicas. O espaço do altar tornou-se palco de shows. A espiritualidade drogada tomou conta do público. Pessoas experimentam momentos de louvor, como se fosse viagens da droga crack. O louvor é um verdadeiro espetáculo: todos riem, todos gritam, todos pulam, todos saracoteiam, todos dançam, todos batem palmas, todos se sentem bem. 


O “ministro do louvor do sacolejo” é um showman. A platéia se sente tão bem, que tudo parece ser teatro. O sacrilégio é tão grande que, pasmem, até hinos de futebol são tocados em pleno culto, incentivado pelo ministro showman. Enfim, a igreja está entibiada pelo secularismo. O louvor é feito com sentimentos aguçados que se manifestam com sapateado, ginásticas psicodélicas, giros e gestos sensuais. Corinhos de conteúdo bíblico são esporádicos e, em algumas igrejas, são cantados com muita cautela para não espantar a freguesia. Sim, hoje não há mais membresia, é freguesia mesmo. Já que não há mais absolutos, vale tudo para conseguir “gente” para a igreja. Os templos estão parecidos com as casas de shows, e não me refiro apenas à estrutura física e suas parafernálias, tais como jogo de luzes coloridas e fumaça de gelo seco, mas também a sua ideologia. Nesse contexto, o louvor virou baderna. Predomina as “bailarinas de Jesus”, as “dançarinas de hula hula de Jesus”, enfim, predomina o sacolejo.




O problema dos ministros do louvor do sacolejo é que eles perderam a noção da função do cântico. Esquecem esses ministros sacolejadores que o cântico desempenha o papel de ensinar, aconselhar, corrigir e admoestar. O cântico deve instruir na boa doutrina. Mas, esses ministros e grande parte dos compositores contemporâneos compõem cânticos que ferem a riqueza e a profundidade das Escrituras. Sentem-se felizes em sacrificar a doutrina pela diversão.

Os cânticos cristãos devem ensinar uma teologia sólida, uma fé explícita e uma doutrina correta. Calvino disse: “O louvor é o cântico da Palavra”. Em carta escrita a Spalatinus, secretário de Frederick I, Lutero escreveu: “Nosso plano é seguir o exemplo dos profetas e os pais antigos da igreja e compor salmos de forma que a Palavra de Deus possa estar presente entre as pessoas em forma de cânticos”. Cânticos que simplesmente mencionam uma verdade, mas não desenvolve essa verdade são considerados omissos em conteúdo doutrinário. Um cântico que repete do começo ao fim que Jesus é Senhor, mas não acrescenta mais nada, não é um cântico contado entre aqueles com conteúdo teológico. Um cântico que repete várias vezes a frase “Eu te exalto Senhor” e não diz mais nada, é falho do ponto de vista teológico. Jesus é digno de exaltação, mas por que o exaltamos? Que alerta é dado concernente à dignidade do Senhor? Portanto, o cântico é manco e deixa a desejar. Um cântico que repete “Bendize ao Senhor, ó minha alma, pois ele tem feito grandes coisas” e em seguida diz uma porção de outras frases curtas sem expressar porque devemos bendizer ao Senhor, é um cântico teologicamente falho. O que são essas grandes coisas? O salmo 103 diz “Bendize ao Senhor, ó minha alma”, mas os vinte e um versículos seguintes dizem por que nossas almas devem bendizer ao Senhor. É necessário entender que a gratidão bíblica deve ter sua base em fatos objetivos e doutrinários. Se não for assim, é mero sentimentalismo.

Outra idéia errônea dos líderes sacolejadores do louvor é achar que os instrumentos são indispensáveis na adoração. Para eles, sem instrumentos não há adoração. A verdade é que os instrumentos não enriquecem o louvor, apenas disciplina, gerencia o canto da congregação. Em termos espirituais os instrumentos não contribuem em nada. Portanto, o verdadeiro louvor pode acontece com ou sem instrumentos. Charles Spurgeon não possuía nem um órgão em sua igreja, porque ele via como algumas das maiores igrejas haviam descido ladeira abaixo se desviando dos princípios bíblicos concernente ao louvor por causa de seus magníficos instrumentos, da pompa, do esplendor estético, da performance artística e da excepcional habilidade de seus organistas. A beleza e as habilidades musicais, em si mesmas, não são atos de louvor. Precisamos de um avivamento na área do louvor. Mas, avivamento não é descer à rua em marcha com sensacionalismo, euforia e gritaria. Avivamento não é ir ao shopping apresenta-se em cantata. Mas, é subir ao calvário com grande choro!